A fúria regulamentadora

Submetido por SMP em 1 Setembro, 2006 - 08:02

Com o fito de reduzir as emissões de dióxido de carbono, alguém no nosso Governo se lembrou que seria uma boa ideia proibir os táxis de prestar serviço durante os 7 dias da semana. Evidentemente que a ANTRAL não está pelos ajustes: aliás, nas palavras do Presidente, está "frontalmente contra. Não há nenhuma indústria neste país que seja obrigada a parar".
Bom, infelizmente isto não é bem assim; basta pensar nos hipermercados, que lá são obrigados a fechar as portas ao domingo, flagrantemente contra a conveniência dos consumidores, para servir os interesses de grupos que acham que ter visão comercial é manter a listinha dos fiados e o lápis atrás da orelha.
Seja como for, é escusado vir acrescentar mais uma situação ao rol de bizarrias da nossa República. A seguir a isto, concerteza, o Governo vai pretender impedir os cidadãos de usarem os seus automóveis ao domingo. E depois, aos dias ímpares. Quando dermos por nós, estamos a viver como no Tempo Suspenso (Dayworld no original), na metade da semana que nos couber, e compulsivamente criogenizados durante a outra metade.
É sempre bom saber também que vão reduzir o limite de velocidade de 120 para 118 km/hora nas autoestradas (wooooooooooooooooooooooow!). Mas não deve valer a pena ficar muito preocupado porque, decerto, tal como sucedia com o limite de álcool no sangue, alguma circular interna se encarregará de retirar efeito útil à alteração, já de si risível.